terça-feira, 27 de setembro de 2016

ESCÂNDALOS E IRREGULARIDADES ELEITORAIS ATRIBUIDAS AO PREFEITO NEILSON REVOLTAM A POPULAÇÃO EM PRESIDENTE FIGUEIREDO



Blogs e jornais noticiaram irregularidades eleitorais praticadas pelo candidato a reeleição NEILSON CAVALCANTE, causando repercussão em Presidente Figueiredo. Vejamos a matéria publicada dia 27/09/2016 no informativo “Fato Amazônico”.  
Equipe do prefeito de Presidente Figueiredo candidato a reeleição é flagrada doando ranchos em escola pública – Veja o Vídeo
Vídeos e fotos entregues à redação do Portal Fato do Amazônico dão a dimensão da falta de respeito, moral e ética, não só às normas jurídicas que disciplinam e impõe regras para a boa moralidade das eleições no país, mas também com o eleitorado do município de Presidente Figueiredo (AM).
 Na última quinta-feira (22), como pode ser comprovado nas imagens, o prefeito e candidato à reeleição, Neilson Cavalcante (PSB), promoveu na Escola Municipal Nova Jerusalém, a mais sórdida e indigna "farra do rancho" - que nada mais é do que uma repetição da velha, odiosa e nojenta prática eleitoral ainda enraizadas nas carcomidas estruturas da plutocracia que briga pelo poder neste país.
 A entrega de ranchos na Escola Nova Jerusalém foi levada ao conhecimento da Justiça Eleitoral de Presidente Figueiredo.
 Enquanto as hienas sorridentes se devoram para obter o voto do eleitor por troca de mísera sacola de rancho, Neilson Cavalcante, faz de contas que trabalha com operações imediatistas de véspera de eleições com a falta intensão de passar para o eleitor que a cidade é bem cuidada.
 Não é verdade.
 A cidade de Presidente Figueiredo, na Região Metropolitana de Manaus, conhecida como a “Terra da Cachoeiras” e suas belezas naturais exuberantes, não está mais tão bela como antes. Administrada hoje pelo empresário Neilson da Cruz Cavalcante (PSB), apoiado pelo ex-prefeito Fernando Vieira, o “Fernandão” o município encontra-se completamente no estado de abandono, ruas esburacadas e tomadas pelo lixo, obras não acabadas por uma administração que arrecadou nos últimos três anos - de janeiro de 2013 a dezembro de 2015 - R$ 442 milhões, somando a arrecadação de estimada para 2016, aproximadamente de R$ 156 milhões chegará em quatro anos a um total de R$ 599 milhões.
Indignação é a palavra mais ouvida nos quatro cantos de Presidente Figueiredo, mas vemos uma população amedrontada de falar do prefeito Neilson Cavacalnte, que de acordo com muitos administra com “mão de ferro” e todos temem denunciar os desmandos que tomam conta da cidade hoje.
 Os poucos que aparecem pedem o anonimato e afirmam que Figueiredo nas mãos de Neilson, sofreu na área da saúde, devido à falta de medicamentos nas unidades básicas de saúde, na educação a falta de uma merenda escolar de qualidade nas escolas, apesar de todos os meses o município receber do Governo Federal o repasse destinado a educação.
Mas as denúncias contra a administração de Neilson Cavalcante, candidato a reeleição, não param por ai. A falta de saneamento nos bairros é bem visível. No famoso Galo da Serra, onde a reportagem do Fato Amazônico esteve no final de semana a rua com o nome de “Antas” faz jus ao local. A via pública está tomada pelo mato, pelos buracos em toda sua extensão e muita lama (veja fotos).
 Para tentar disfarçar e tentar conquistar votos, Neilson Cavalcante, às vésperas das eleições mandou para o Galo da Serra uma “espécie de tapa buracos”, mas para os moradores o prefeito chamado de “Copa do Mundo” porque só reapareceu nos bairros de Presidente Figueiredo depois de quatro anos, dessa vez não irá enganá-los.
 “Veja como está o nosso Galo da Serra. Ruas completamente intrafegáveis e tomadas pelo lixo e pelo mato”, disse um morador, que temendo represália terá a identidade preservada.
video
video
 A reportagem do Fato Amazônico tentou contato com a Prefeitura de Presidente Figueiredo pelo fone 3324-1000, mas as ligações não foram atendidas.
Não são somente essas irregularidades que foram apontadas por eleitores desta cidade, segundo informações colhidas o prefeito e candidato a reeleição NEILSON está promovendo reuniões do projeto “Minha Casa Minha Vida” com o fim de influenciar o voto da população inscrita nesse programa, além de estarem oferecendo máquinas para cavar tanques de piscicultura, dando combustíveis, tapando buracos com asfalto nas ruas esburacadas e piçarrando ramais destruídos e abandonados por quatro anos, dizem os moradores tratar-se de uma tentativa de mostrar algum serviço a população em troca de votos.     
Máquinas na comunidade Portelinha após 4 anos de abandono causam protestos dos moradores 

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

HOSPITAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO É O ENTREPOSTO, E A AMBULÂNCIA O TÁXI DE DOENTES ENCAMINHADOS PARA MANAUS



A situação é caótica dizem os moradores de Presidente Figueiredo, e mesmo diante de uma campanha eleitoral, nada mudou no cenário dos atendimentos médicos no Município de Presidente Figueiredo.

Faltam médicos, enfermeiros, remédios, equipamentos e materiais de consumo, vejam na foto abaixo a improvisação que os funcionários tiveram que fazer para descartar materiais cirúrgicos e de curativos hospitalares. Dizem os profissionais de saúde que esta improvisação é ilegal e fere determinações da ANVISA e dos órgãos que fiscalizam a atuação dos profissionais de saúde.
Vejam a caixa de descarte de materiais cirúrgicos e curativos utilizados em Presidente Figueiredo.

Vejam como deveria ser o descarte e armazenamento de materiais hospitalares segundo a ANVISA:

  
A farmácia continua sem medicamentos e os pacientes meros passageiros no entreposto denominado HOSPITAL ERALDO FALCÃO, onde a AMBULÂNCIA (táxi) não para de encaminhar os pacientes para o hospital 28 DE AGOSTO. Enquanto isso as arrecadações do Prefeito e Empresário Neilson Cavancante são exorbitantes e os repasses do Ministério da Saúde são regulares causando revolta aos usuários do sistema de saúde do Município.
Esta é a imagem da Farmácia do Hospital
As denúncias são constantes e o TCE e TCU continuam multando e condenando os gestores por atos de improbidade na medida em que estes são descobertos a exemplo do ex-prefeito FERNANDO VIEIRA, e a população desassistida continua incrédula diante do festival de mentiras veiculadas na propaganda política que segundo o Jornal ‘A Crítica’ (edição de 28/08/2016) Neilson possui candidatura milionária (Empatados na terceira colocação entre os candidatos com patrimônio milionário, figuram  Normando Bessa de Sá (PMN), candidato em Tefé (a 525 quilômetros de Manaus), e o prefeito Neilson Cavalcante (PSB), de Presidente Figueiredo (a 107 quilômetros da capital). Possuem bens no valor total de R$ 2,3 milhões, cada).
Vejam o Prefeito Neilson Cavalcante na foto reportagem do jornal A Critica

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Começou a batalha no tapetão, guerra de decisões judiciais prometem mexer com o pleito eleitoral em Presidente Figueiredo



Porque as decisões judiciais não são definitivas? Exatamente porque são produzidas por seres humanos, falíveis, sujeito a erros de interpretação, por isso as decisões judiciais cabem recurso, e este é conceituado no direito processual brasileiro como o "meio voluntário de impugnação de decisões, utilizado antes da preclusão e na mesma relação jurídica processual, apto a propiciar a reforma, a invalidação, e o esclarecimento ou a integração da decisão.". É preciso esclarecer isso diante das eleições que se avizinham, pois é comum alguns candidatos usarem decisões judiciais provisórias para atacar os candidatos oponentes tentando ludibriar os eleitores e esconder suas rejeições e suas deficiências administrativas.
Nestas eleições este procedimento vem sendo muito usado no interior do estado e na capital, onde candidatos sem popularidade ou expressão política acusam aqueles com melhor potencial de vitória nestas eleições de serem inelegíveis (ficha suja) logo após ingressarem com pedidos de impugnação de candidatura ma Justiça Eleitoral, é o que acontece em Presidente Figueiredo.
De se estranhar a atitude de alguns candidatos que demonstram verdadeiro pavor em enfrentar alguns candidatos seja ele ao cargo de vereador ou de prefeito, fazendo a gente se perguntar: qual o medo? Quem tem medo do julgamento do voto popular?
As urnas são implacáveis, quem nada fez pela população deve temer o vexame eleitoral, mas, quem cumpriu o seu papel na política e na administração publica nada deve temer, pois o eleitor sabe separar o joio do trigo.
As últimas decisões do Juiz Eleitoral de Presidente Figueiredo causaram repercussão nas redes sociais, quando este indeferiu algumas candidaturas com base na lei da ficha limpa e em razão de defeitos de filiação, são decisões provisórias e que cabe recurso segundo dizem os candidatos atingidos por estas decisões.
Causou repercussão nas redes sociais o indeferimento da candidatura do ex-prefeito Romeiro Mendonça, como também de todos os candidatos do PTB, partido que congrega candidatos campeões de votos a exemplo do vereador Alexandre Lins. Ao ser procurado pela redação deste informativo sobre a recente decisão de indeferimento de sua candidatura publicada hoje (01/09) disse que são questões já suplantadas e resolvidas na corregedoria do TSE e que esclarecerá através do recurso cabível a sua condição de aptidão para esse pleito. Disse ainda estranhar o porquê de tanto medo dos adversários em enfrentá-lo nessa eleição.
Já o candidato Romeiro Mendonça informou que seus advogados estão estudando o recurso cabível e assegurou que o indeferimento de sua candidatura é provisório e não possui fundamento sólido para tirá-lo da corrida eleitoral como ficará demonstrado em seu recurso eleitoral, informou ainda que é comum seus adversários utilizarem estas impugnações para tentar ganhar a eleição no grito, mas sempre confiou na Justiça e esta prevalecerá como sempre prevaleceu.

sábado, 13 de agosto de 2016

Mais denúncias envolvendo a dupla Fernandão / Neilson



 
Quando pensamos que as denúncias envolvendo Fernandão e Neilson Cavalcate acabaram a imprensa noticia mais um escândalo envolvendo desvios e malversação de dinheiro publico, dessa vez a imprensa noticia que a prefeitura da cidade de Presidente Figueiredo arrecadou nos últimos três anos - de janeiro de 2013 a dezembro de 2015 - R$ 442 milhões - segundo o Balanço Geral do Município, obtido com exclusividade pela equipe de reportagem do Portal Holofote Manaus. O valor aumenta com a receita estimada para 2016: R$ 156 milhões, chegando a um total de R$ 599 milhões.

Segundo o site Portal Holofote Manaus, Presidente Figueiredo arrecadou em 2013, segundo o Balanço Geral do Município - R$ 138.853.676,36 (Cento e trinta e oito milhões, oitocentos e cinquenta e três mil, seiscentos e setenta e seis reais e trinta e seis centavos). Em 2014, a arrecadação foi de R$ 152.876.859,53 (cento e cinquenta e dois milhões, oitocentos e setenta e seis mil, oitocentos e cinquenta e nove reais e cinquenta e três centavos). Ano passado entraram nos cofres da prefeitura de Figueiredo R$ 151.269.394,64 (Cento e cinquenta e um milhões, duzentos e sessenta e nove mil, trezentos e noventa e quatro reais e sessenta e quatro centavos). A queda em relação ao ano anterior foi de R$ 2.489.533,36 (Dois milhões, quatrocentos e oitenta e nove mil, quinhentos e trinta e três reais e trinta e três centavos), representando variação para menos de 1,02%. Para 2016, a prefeitura estima que a arrecadação alcance R$ 156.427.930,00 (Cento e cinquenta e seis milhões, quatrocentos e vinte e sete mil, novecentos e trinta reais) até o fim do ano. Se somados todos esses valores, de 2013 a 2016, o mandato do prefeito Neilson da Cruz Calvalcante (PSB) teve à sua disposição para investir na cidade de Presidente Figueiredo, exatos R$ R$ 599.427.860,53. Maior parte desse dinheiro arrecadado, segundo a maioria dos moradores da cidade, desapareceu. Indignação é a palavra mais ouvida nos quatro cantos da terra das cachoeiras, que durante quase quatro anos sofreu com a falta de remédio nas unidades básicas de saúde, falta de saneamento nos bairros, falta de merenda escolar de qualidade, além de ramais completamente abandonados.
O município de Presidente Figueiredo, possui 32.812 habitantes, segundo dados do censo de 2015 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), recebeu, este ano, para investimentos na área da saúde, em repasses do Fundo Nacional de Saúde (FNS), R$ 2.507.930,50, em valores líquidos. Ainda assim, os moradores ouvidos pela reportagem do portal Holofote Manaus afirmam que é preciso telefonar antes para verificar se têm médicos nas UBSs fazendo o atendimento da população.
Em recente entrevista ao jornal Diário do Amazonas, o aposentado Sandroval Moura Barbosa, 73, um dos moradores mais antigos de Figueiredo, disse que nos quatro anos de gestão, o prefeito Neilson Cavalcante não fez nenhuma obra para a melhoria da cidade. Ele explicou que falta mais sensibilidade do poder público municipal para com a infraestrutura das calçadas e ruas.
Após denúncias de moradores e reportagens publicadas na imprensa descobriu-se que em 2016, a prefeitura, arrecadou mais de R$ 156 milhões, segundo números do Balanço Municipal -  o prefeito Neilson Cavalcante (PSB) bancou, com dinheiro público, o show dos cantores Gustavo Lima e Léo Santana, durante a 26ª edição da Festa do Cupuaçu, realizada entre os dias 27, 28 e 29 de maio. O valor? R$ 1 milhão. Na época, o prefeito informou que R$ 800 mil foram pagos pela Prefeitura e R$ 200 mil foram financiados através de patrocínios de empresas privadas.
Os documentos obtidos no Portal Holofote Manaus abaixo comprovam que a Prefeitura de Presidente Figueiredo arrecadou quase R$ 600 milhões durante a gestão do prefeito Neilson Cavalcante (PSB).