domingo, 11 de março de 2012

Vasco é campeão da Copa Brasil de Beach Soccer diante de 18 mil pessoas em Manaus

A manhã deste domingo (11) teve ritmo de 'Trem Bala do Gigante da Colina' nas areias de Manaus, já que na final da 2ª Copa Brasil de Beach Soccer, o time do Vasco da Gama se sagrou campeão diante de 18 mil pessoas no campo de areia improvisado do Centro Cultural dos Povos da Amazônia, Zona Sul.

O time carioca bateu o Sampaio Correa, do Maranhão, por 5 a 2. Mauricinho (duas vezes), Bruno Xavier, Bueno e Rafinho marcaram para os cruzmaltino e Dinei e Daniel diminuíram para o Sampaio Correa.

Com o favoritismo ao seu lado, o Vasco, que havia sido vice-campeão na edição passada, contou com o apoio dos torcedores manauaras para ganhar a partida.

O destaque não só do jogo como também da competição foi o jogador vascaíno Mauricinho. Além de fazer dois gols na final ainda foi o artilheiro da competição ao lado de Diego, do Flamengo, com 6 gols e eleito o melhor jogador da competição.

"Ser eleito o 'Melhor Jogador' significa muito para mim, estou há três anos nesse time e é a minha primeira oportunidade. É um incentivo para continuar trabalhando, me dedicando e melhorando cada vez mais", disse Mauricinho depois da partida.

Bem que o Sampaio Correa, que vinha de uma vitória expressiva diante do Flamengo, tentou reagir no jogo e chegou a empatar a partida.

"Marquei um gol, mas, infelizmente, nos desconcentramos num momento do jogo que não podíamos, não conseguimos mais finalizar bem as jogadas, talvez também pelo cansaço", disse o jogador do Sampaio Correa Daniel.

A 2ª Copa Brasil de Beach Soccer foi realizada pela Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdej) em conjunto com Federação Amazonense de Futebol de Areia (FAFA) e apoio da Confederação Brasileira de Beach Soccer (CBBS).

Segundo o secretário municipal de esportes, Fabrício Lima, o resultado positivo do torneio veio por causa da união dos vários órgãos.

"O sucesso da Copa Brasil de Beach Soccer é resultado do esforço coletivo, tanto de órgãos do governo, quando da Polícia Militar e bombeiros. Um evento desse porte não poderia ter sido realizado se não fosse por essa união", disse.

O secretário também afirma que a próxima edição do torneio já está garantida para ser realizada em Manaus.

Além das belas jogadas dentro do campo, a 2ª Copa Brasil de Beach Soccer também bateu um bolão fora dela e em cada um dos dias da competição foram arrecadados alimentos não perecíveis para as vítimas da cheia em Boca do Acre. No final, duas toneladas de alimentos haviam sido arrecadadas.

Um comentário:

  1. Deus, seja louvado, para que a nossa comunidade coloque o nome desse humano médico Dr. Celso Clementino, por que o que ele fez por nós, só Deus pode retribuir, então, porque não mudar o nome da cidade de Presidente Figueiredo pelo nome de Dr. Celso que tanto fez para que a nossa cidade fosse conhecida no mundo inteiro.

    ResponderExcluir