terça-feira, 27 de setembro de 2016

ESCÂNDALOS E IRREGULARIDADES ELEITORAIS ATRIBUIDAS AO PREFEITO NEILSON REVOLTAM A POPULAÇÃO EM PRESIDENTE FIGUEIREDO



Blogs e jornais noticiaram irregularidades eleitorais praticadas pelo candidato a reeleição NEILSON CAVALCANTE, causando repercussão em Presidente Figueiredo. Vejamos a matéria publicada dia 27/09/2016 no informativo “Fato Amazônico”.  

Equipe do prefeito de Presidente Figueiredo candidato a reeleição é flagrada doando ranchos em escola pública – Veja o Vídeo

video
Vídeos e fotos entregues à redação do Portal Fato do Amazônico dão a dimensão da falta de respeito, moral e ética, não só às normas jurídicas que disciplinam e impõe regras para a boa moralidade das eleições no país, mas também com o eleitorado do município de Presidente Figueiredo (AM).

 Na última quinta-feira (22), como pode ser comprovado nas imagens, o prefeito e candidato à reeleição, Neilson Cavalcante (PSB), promoveu na Escola Municipal Nova Jerusalém, a mais sórdida e indigna "farra do rancho" - que nada mais é do que uma repetição da velha, odiosa e nojenta prática eleitoral ainda enraizadas nas carcomidas estruturas da plutocracia que briga pelo poder neste país.

 A entrega de ranchos na Escola Nova Jerusalém foi levada ao conhecimento da Justiça Eleitoral de Presidente Figueiredo.

 Enquanto as hienas sorridentes se devoram para obter o voto do eleitor por troca de mísera sacola de rancho, Neilson Cavalcante, faz de contas que trabalha com operações imediatistas de véspera de eleições com a falta intensão de passar para o eleitor que a cidade é bem cuidada.

 Não é verdade.

 A cidade de Presidente Figueiredo, na Região Metropolitana de Manaus, conhecida como a “Terra da Cachoeiras” e suas belezas naturais exuberantes, não está mais tão bela como antes. Administrada hoje pelo empresário Neilson da Cruz Cavalcante (PSB), apoiado pelo ex-prefeito Fernando Vieira, o “Fernandão” o município encontra-se completamente no estado de abandono, ruas esburacadas e tomadas pelo lixo, obras não acabadas por uma administração que arrecadou nos últimos três anos - de janeiro de 2013 a dezembro de 2015 - R$ 442 milhões, somando a arrecadação de estimada para 2016, aproximadamente de R$ 156 milhões chegará em quatro anos a um total de R$ 599 milhões.

Indignação é a palavra mais ouvida nos quatro cantos de Presidente Figueiredo, mas vemos uma população amedrontada de falar do prefeito Neilson Cavacalnte, que de acordo com muitos administra com “mão de ferro” e todos temem denunciar os desmandos que tomam conta da cidade hoje.

 Os poucos que aparecem pedem o anonimato e afirmam que Figueiredo nas mãos de Neilson, sofreu na área da saúde, devido à falta de medicamentos nas unidades básicas de saúde, na educação a falta de uma merenda escolar de qualidade nas escolas, apesar de todos os meses o município receber do Governo Federal o repasse destinado a educação.

Mas as denúncias contra a administração de Neilson Cavalcante, candidato a reeleição, não param por ai. A falta de saneamento nos bairros é bem visível. No famoso Galo da Serra, onde a reportagem do Fato Amazônico esteve no final de semana a rua com o nome de “Antas” faz jus ao local. A via pública está tomada pelo mato, pelos buracos em toda sua extensão e muita lama (veja fotos).

 Para tentar disfarçar e tentar conquistar votos, Neilson Cavalcante, às vésperas das eleições mandou para o Galo da Serra uma “espécie de tapa buracos”, mas para os moradores o prefeito chamado de “Copa do Mundo” porque só reapareceu nos bairros de Presidente Figueiredo depois de quatro anos, dessa vez não irá enganá-los.

 “Veja como está o nosso Galo da Serra. Ruas completamente intrafegáveis e tomadas pelo lixo e pelo mato”, disse um morador, que temendo represália terá a identidade preservada.

 A reportagem do Fato Amazônico tentou contato com a Prefeitura de Presidente Figueiredo pelo fone 3324-1000, mas as ligações não foram atendidas.

Não são somente essas irregularidades que foram apontadas por eleitores desta cidade, segundo informações colhidas o prefeito e candidato a reeleição NEILSON está promovendo reuniões do projeto “Minha Casa Minha Vida” com o fim de influenciar o voto da população inscrita nesse programa, além de estarem oferecendo máquinas para cavar tanques de piscicultura, dando combustíveis, tapando buracos com asfalto nas ruas esburacadas e piçarrando ramais destruídos e abandonados por quatro anos, dizem os moradores tratar-se de uma tentativa de mostrar algum serviço a população em troca de votos.     
video
Máquinas na comunidade Portelinha após 4 anos de abandono causam protestos dos moradores 

Nenhum comentário:

Postar um comentário